Viver é para os fortes

Acreditar em si mesmo, essa é a regra básica das pessoas fortes e vencedoras. Nesse grupo de pessoas estão aqueles que se jogam de cabeça em seus projetos, os que estão sempre correndo atrás dos seus sonhos, os chamados loucos de pedra. Eles são aqueles que mesmo errando não param de tentar, pois sabem que errar faz parte do processo evolutivo do ser humano e por isso aceitam e ainda aprendem com os erros, ficando ainda mais fortes para seguir em suas buscas e travarem suas batalhas. Sempre estão dispostos a arriscar a pele pelo o que acreditam.


Cada um sabe a melhor forma de levar sua vida, mas na minha opinião não tem graça alguma em ser um robô, pois acredito que temos que fazer cada dia de nossas vidas valer muito a pena. Ser “mais uma ovelha” do sistema, pra mim, é pura perda de tempo. Cada um é responsável por tomar, ou não, as rédeas de sua vida. Cabe a cada um de nós a escolha entre ser o real protagonistas da nossa história e ser feliz ou ter uma vida cotidiana e medíocre. Não é possível, ao mesmo tempo, viver e apenas existir.


O ser humano tem um medo inexplicável de viver e ser feliz. Devido a isso nós nos auto sabotamos nos anulando e criando em nossas mentes barreiras impeditivas a fim de evitar erros e julgamentos, nos impossibilitando de usufruir a liberdade já que ficamos presos a conceitos estipulados por uma sociedade de valores dúbios e ideais distorcidos. Criamos limites que nos impedem de viver, limites esses que fazem os dias passarem em vão. Tudo isso nos torna apenas mais um mero cidadão, na maioria das vezes infeliz e com uma vida vazia.


Acredito que esse modelo de vida “vegetativo” não seja o que verdadeiramente buscamos, porém o medo de ser diferente nos limita a apenas existir, não amamos e não permitimos sermos amados por medos e receios, nos condenamos a deixar nossos sonhos de lado e aceitar o comodismo que a rotina impõe.

O ato real de viver, assim como o amor e a felicidade estão ao alcance de todos, vai depender de quanto cada um está disposto a se doar em busca da sua própria realização, vai depender de quanto cada um é capaz de aprender com os erros e quantas vezes terá forças para levantar. Temos que parar de lamentar o que não aconteceu e fazer cada um a sua parte. As coisa não caem do céu, menos ainda a felicidade


Em resumo, está na hora de viver!!


Bons ventos a todos!!


0 visualização
 

©2020 por Marcinho Raiz